quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Julia Lezhneva debuta em Nova Iorque

A jovem soprano (ou mezzo-soprano, ainda não sabemos bem, mas isso para já não é muito importante) Julia Lezhneva, debutou em Nova Iorque no festival Mostly Mozart do Lincoln Center onde interpretou a parte para soprano do Requiem de Mozart (estavam previstos dois concertos, mas o segundo foi cancelado devido à passagem do Irene).

Sigo avidamente a carreira desta muito jovem cantora, que me parece ser uma das mais promissoras vozes da actualidade (barroco, bel canto).

Aqui fica uma demonstração das suas capacidades na dificílima aria, Son qual nave qu'agitata de Riccardo Broschi.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

O fim da Silly Season


E aos poucos vai chegando ao fim mais uma Silly Season. Os amigos e colegas começam a regressar dos banhos e aos poucos vai tudo regressando à  normalidade.


Foram a banhos, vieram de banhos e eu sempre aqui... e ainda faltam duas semanas para as minhas férias.

Começo a acusar algum cansaço.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Beverly Sills e Carol Burnett no MET 1976

Mais uma pérola do YouTube.

Esta é dedicada à Rita Moldão que sei que aprecia muito a voz de Sills.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Shirley Varrett e Leo Nucci em Macbeth (Verdi)

Dois pequenos filmes com alguns momentos dos ensaios da ópera Macbeth de Verdi em versão filme (1986), cuja encenação não parece ter sido muito apreciada. De qualquer forma o que pretendo evidenciar aqui é a maneira de trabalhar destes dois extraordinários cantores.



domingo, 21 de agosto de 2011

Meu querido mês de Agosto

Tenho vários posts para publicar, mas como estamos no "querido mês de Agosto", as visitas ao Outras Escritas são praticamente nulas e, pela importância dos temas, resolvi adiar tudo para Setembro quando já não estiver tudo a banhos.

Enfim...

Em Setembro:

- A fantástica experiência do tenor Paulo Ferreira na sua estreia na Alemanha com Anna Netrebko e Erwin Schrott, contada pelo próprio;

- Ana Barros, um soprano português;

- À conversa com Rita Moldão sobre a sua experiência em Madrid com Elisabete Matos.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Dia Mundial Humantário (Ajuda Humanitária)

As Nações Unidas (The United Nations Office for the Coordination of Humanitarian Affairs) instituíram o dia 19 de Agosto como o Dia Mundial Humanitário.

Um dos aspectos humanitários mais relevantes para a organização é o voluntariado. Recentemente tomei conhecimento de que se pode ser Voluntário On-line das Nações Unidas, realizando trabalhos nas mais diversas áreas, sem que tal implique qualquer deslocação (basta um computador com acesso à Internet). Claro que não hesitei e tornei-me imediatamente voluntário, estando agora à espera de resposta relativa a um primeiro trabalho a que me candidatei.

Sugestão aos meus leitores: Que tal assinalar o Dia Mundial Humanitário com a inscrição como Voluntário On-line das Nações Unidas?



quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Garanca já não está na Bolena do MET




Acabo de ter conhecimento de que Elina Garanca foi substituída em todas as récitas da Anna Belona do MET por Ekaterina Gubanova. Uma pena...

terça-feira, 16 de agosto de 2011

TAP passa a cobrar pela utilização de cartão de crédito

O modelo de negócio da TAP parece aproximar-se cada vez mais do modelo das lowcost. Desta vez anuncia-se o pagamento de 4 € por passageiro (ao que percebi) quando se utiliza cartão de crédito.

A easyJet, companhia aérea que mais utilizo actualmente, cobra-me 16 € por transacção (não por passageiro) pela utilização do cartão de crédito e não me dá outra oportunidade de pagamento, ao contrário da TAP que permite o pagamento por multibanco sem custos, justiça lhe seja feita. De qualquer forma o preço das passagens é substancialmente mais reduzido que o da TAP o que me leva sempre a optar pela lowcost.

Aguardo com expectativa a privatização da TAP!

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

I Puritani de Bellini - Gruberova

Extraordinária interpretação do soprano Edita Gruberova na ópera I Puritani de Vincenzo Bellini, acompanhada por uns não menos extraordinários, tenor Salvatore Fisichella e barítono Giorgio Zancanaro (récita de 1985 em Bregenz).

Infelizmente Gruberova não interpretou a cabaletta final "Ah! sento, o mio bel angelo" cuja partitura foi descoberta por Richard Bonynge e que era sempre interpretada por Joan Sutherland.





Maestro Gian-Franco Masini
Orquestra - Wiener Symphoniker
Coro - Wiener Volksoper
Elvira - Edita Gruberova
Arturo Talbot - Salvatore Fisichella
Sir Riccardo Forth - Giorgio Zancanaro
Sir Giorgio - Dimitri Kavrakos
Enrichetta di Francia - Mariana Cioromila
Sir Bruno Robertson - Yordy Ramiro
Lord Gualtiero Valton - Carlo Del Bosco

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

easyjet - Funchal-Lisboa-Funchal


Acabo de ver no sítio Internet da easyJet, que a companhia não tem prevista a realização dos dois voos diários entre Lisboa e o Funchal no Inverno 2011/12 às segundas, terças, quartas, quintas e sábados (por simulação de marcação de viagens).


Tinha lido aqui que os voos de Londres e Bristol seriam reduzidos, mas que os voos de Lisboa se mantinham.

Alguém me confirma isto? A verificar-se, será péssimo para residentes e turismo.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Angela Meade - Prémio Richard Tucker

Angela Meade ganhou o prémio Richard Tucker 2011. Com enormes potencialidades no repertório de bel canto a cantora, sem ter uma voz ligeira, Meade tem um bom legatto e uma boa agilidade. Tem apenas 33 anos e muito que evoluir.

Devo notar que Meade estará no MET a cantar a Anna Bolena no final de Outubro, mas que infelizmente, não a poderemos ver no LIVE HD ou ouvir na Antena 2, uma vez que as transmissões estão reservadas para Anna Netrebko.

(Actualização: Teremos a oportunidade de ver e ouvir Meade na ópera Ernani de Verdi, transmitida em Live HD para a Gulbenkian a 25 de Fevereiro de 2012).

Aqui fica uma captação áudio do final de um Lucrezia Borgia interpretada pelo cantora em 2010 (uma boa interpretação mas com um andamento demasiado rápido e algumas ornamentações de gosto duvidoso, na minha opinião).


quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Norma (Bellini) - Elinor Ross, Mario de Monaco e Giovanna Vighi

As pérolas não param de surgir no YouTube!

Já tinha ouvido vários excertos desta récita da ópera Norma, ocorrida em Berlim no ano de 1967, mas eis que surge agora a récita completa em vídeo.

Elinor Ross faz uma excelente Norma, com uma voz enorme, talvez a maior que já alguma vez ouvi numa gravação desta obra. O timbre é belo e o legatto de elevada qualidade. Perdoa-se uma certa estridência nas notas mais agudas numa voz deste calibre (a captação é mono o que pode falsear esta minha apreciação). Como actriz, Ross pode considerar-se razoável.

Mário del Mónaco, outra grande voz, talvez grande demais para Pollione. O cantor canta sempre em forte e parece desafinar ligeiramente nos duetos e trios dos primeiro e segundo actos. De qualquer forma a primeira ária é bem interpretada e no final prolonga um lá bemol para além do que parece ser humanamente possível, pondo o maestro e a orquestra à espera. Noto que "naquele tempo" os cantores comandavam o espectáculo o que, sendo discutível, me parece menos exagerado que o que se passa hoje em dia, em que se dá primazia à encenação colocando os cantores em situações quase desesperantes.
Como actor, Mario del Monaco parece-me mau.

Giovanna Vighi interpreta muito bem Adalgisa do ponto de vista vocal. A sua voz é cheia, de timbre agradável e com enorme facilidade no registo agudo. A nível cénico a cantora pareceu-me sempre muito insegura ao longo da récita. Talvez tenha sido por esta razão que se enganou no segundo dueto com Norma (o que se perdoa, face à qualidade vocal que manteve durante toda a récita).



Maestro - Ettore Gracis
Norma - Elinor Ross
Adalgisa - Giovanna Vighi
Pollione - Mario Del Monaco
Oroveso - Massimiliano Malaspina
Flavio - Mario Guggia

terça-feira, 2 de agosto de 2011

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Anna Bolena - Joan Sutherland

Joan Sutherland interpretou Anna Bolena já bastante tarde na sua longa carreira.

Está disponível no YouTube desde há uns dias, um magnífico registo de uma gravação desta ópera em versão concerto que data de 1985 (New York City Opera).

Apesar da idade e de não estar já no topo da sua forma vocal, Sutherland comanda sempre que intervém, mesmo quando o coro, a orquestra e os outros cantores cantam em forte. A cena final é de uma beleza sublime.

Gostaria também de salientar a interpretação de Judith Forst no papel de Giovanna Seymour, a sua ária do segundo acto é interpretada de forma soberba (fez-me lembrar a interpretação de Garanca).

Infelizmente o som por vezes não está nas melhores condições, mas este é um óptimo documento histórico de uma das melhores cantoras líricas da história da ópera.

No intervalo é apresentada uma entrevista com Sutherland e Bonynge.






Maestro Richard Bonynge - 1985
Orquestra - New York City Opera
Coro - New York City Opera
Anna Bolena - Joan Sutherland
Enrico - Gregory Yurisich
Giovanna - Judith Forst
Percy - Jerry Hadley
Rochefort - Jan Opalach
Smeton - Cynthia Clarey
Hervey - Gran Wilson