sexta-feira, 3 de junho de 2011

A greve da TAP

Os sindicatos dos trabalhadores da TAP, não devem ter ainda compreendido que o paradigma da aviação civil já há muito que não é o mesmo, e parecem viver ainda no tempo em que voar era caro e não era para todos.

Resolvem decretar uma greve de 10 dias precisamente no período de maior tráfego de passageiros e fazem-no porque querem manter as "mordomias" injustificáveis do pessoal de voo.

Que venha a privatização! Esperemos que alguém "pegue" na companhia e faça entender os sindicatos que existe uma nova "forma de voar". Isto, se ainda existir TAP depois do verão.

Para já, a Ryanair num gesto irónico, mas com a astúcia que a caracteriza, enviou ao Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), um ramo de 10 rosas, como forma de agradecimento pelos 10 dias de greve que só vêm beneficiar o seu negócio. No comunicado a lowcost convida os passageiros TAP a usarem os seus voos.



Sem comentários:

Publicar um comentário

Comente o Outras Escritas